quinta-feira, 4 de março de 2010

Esse daqui não passa fome!


É a lei da natureza! Esperdiçar pra que?

CHINESAS EM ATAQUE


Comemoração Mega Ultra Epic Fail.

Repararm na segunda imagem o cara dando risada?

Nomes de cores são diferentes para homens e mulheres (e tem um gráfico pra mostrar)


"Ai, olha que linda esta bolsa berinjela!" "Comprei ontem um par de sapatos melancia." "Vou pintar minha casa num tom assim off-white."

As garotas (ou boa parte delas) compreendem estas frases. Mas os rapazes geralmente têm dificuldades em entender porque "roxo" tem seis nomes diferentes. Meus amigos sempre perguntam: "o que é que há com vocês que têm que complicar tanto os nomes das cores?"

Nós não complicamos. As cores são diferentes.

Dog House Diaries resolveu tirar uma onda com esta história e fez um gráfico mostrando os diferentes tons e os nomes de cada um na visão de homens e mulheres. Para ver a imagem em tamanho natural (e dizer se você concorda ou discorda do ponto de vista feminino), clique aqui.

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Máquina de lavar cães e gatos



Eu gosto quando os japoneses inventam alguma coisa diferente. Embora no começo todo mundo vire a cara, depois todos acabam aderindo. A invenção da vez promete facilitar a vida de muita gente, pois vai permitir que você não tenha mais  que aturar o fedor do seu cachorro ou gato, e nem vai fazer com que você dê banho neles. O que em alguns animais trata-se de uma missão quase impossível.

Isso por que foi instalada num supermercado em Tóquio uma máquina que lava cães e gatos. Bem ao estilo “Lava-Roupa.”

A máquina lava e seca os animais por aproximadamente 6 Reais, o que acarreta numa economia considerável comparado aos que os donos gastam numa Pet Shop. Naka Honda, proprietário do local, disse que não acha a máquina cruel, mas admitiu que levou um tempo para se acostumar com a novidade. Honda conta ainda que o processo inclui 33 minutos com shampoo, um enxágue e uma seca.
O proprietário garante que foram feitos diversos testes e a maquina se mostra “totalmente segura.”


Há quem possa chamar isso de crueldade, eu prefiro o termo praticidade.

Que tal absorver todo o óleo?