segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Você tem coragem?

Novo Ford Fusion: boca aberta e palavras quentes



O velho Ford Fusion e sua plataforma compartilhada com a Mazda já era. Em seu lugar surge a plataforma “global” que sustenta a quarta geração do Mondeo, sem aquela grelha no estilo lâmina Gillete. O estilo agora é musculoso e europeu, o tal do kinetic, levemente inspirado no conceitoFord Evos – mas sem aquelas portas malucas que abrem para cima.
O motor V6 das versões top de linha também foi para o saco, substituído pelos novos EcoBoost. Lá fora, a perda deve dar à Ford mais espaço para o Taurus e seu motor V6, mais caro – e menos atraente que o novo Fusion.
O trio de motores a gasolina começa com um quatro cilindros de 2,5 litros, 172 cavalos e 23,5 kgfm, com câmbio automático de seis marchas. Um conjunto fino para uma opção voltada ao custo-benefício. Os outros dois motores da série EcoBoost permite aos clientes escolher suas prioridades: potência ou eficiência?
Se a escolha foi eficiência, há o EcoBoost 1.6 de quatro cilindros, 181 cavalos e 23,7 kgfm, com um consumo projetado entre 11 km/L e 15 km/L, mais do que suficiente para um sedã médio – e prova de que os híbridos não são o único caminho para a economia. Esta será a única opção com câmbio manual de seis marchas.
Tios e tias desesperados por mais força podem escolher o EcoBoost 2.0 com 240 cavalos e 34,5 kgfm (para comparar, o V6 3.0 atual tem 243 cavalos e 30,8 kgfm), em configuração FWD ou AWD, sempre com a transmissão SelecShift de seis marchas. E todos eles terão a mesma suspensão – McPherson na frente e multi-link independente atrás.
A Ford deve encher o carro com todos os sisteminhas tecnológicos (aviso de mudança de faixa, SYNC com comandos de voz, detector de blind-spots, active park assist) e airbags por todos os cantos imagináveis. O carro será feito tanto em Michigan quanto no México – o que significa caminho fácil e sem IPI elevado rumo ao Brasil.
O Fusion também terá duas versões ecológicas, o Fusion Hybrid e o Fusion Energi, este último um híbrido plug-in que a Ford afirma ser o médio mais eficiente do mundo, com uma expectativa estarrecedora de 42 km/L, mas isso fica para depois.

- Quer casar comigo daqui há 20 anos?

My lady (BABY)

Alguém levou um fora.

Auto-controle. Isso é para poucos.

Chega uma idade que o pessoal já não curte tanto fazer aniversário.

Pensamento…

Perfeição...