sexta-feira, 16 de abril de 2010

Se pegar fogo use a escada

Bancos traseiros do Audi A8 L podem fazer você desistir de dirigir



O que você faria se pudesse se sentar ao volante do novo A8 L, com um monstruoso W12 de 6.3 litros, 500 cavalos, aceleração de 0 a 100 km/h em menos de cinco segundos e todos os recursos dinâmicos que a Audi costuma integrar? Por alguns instantes eu diria “dane-se, quero ir no banco de trás”.
É claro que o novo A8 alongado tem muitos atrativos para o motorista, como o painel que poderia estar no prêmio do Ward de melhor design, a transmissão sequencial de oito velocidades e a tração integral quattro, garantias de uma performance inesquecível.

Mas dá uma espiada no conforto de limousine oferecido aos passageiros.Os bancos traseiros são provavelmente mais confortáveis e cheios de recursos que qualquer outra poltrona conhecida pelo seu corpinho. É tanto espaço que nem parece que essas fotos foram tiradas dentro de um carro.

Os assentos não apenas vão para frente e para trás, como também disponibilizam ajustes de profundidade da espuma, suporte lombar e inclinação. Se não tiver ninguém sentado na sua frente, é possível deslizar o banco dianteiro para a frente e aumentar o espaço de descanso para as pernas.

Os nobres passageiros dispõem de um console que centraliza os comandos de climatização em quatro zonas, além de abrigar uma geladeira e uma mesinha de trabalho retrátil que é o fino. Duas televisões de 10,2 polegadas funcionam integradas ao sistema de som Bang & Olufsen com 1.400 watts e 19 caixas acústicas. Com um PS3 e internet 3G, dá para viver aí dentro fácil.

[Audi]

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Os 10 volantes mais legais da atualidade



Um bom volante é peça-chave nas sensações ao se dirigir um carro. É com ele que nos comunicamos com a máquina, um arreio que faz os quilos de metal apontarem para onde quisermos. Ele precisa ser funcional, agressivo, seguro e ao mesmo tempo confortável. Quais os melhores?

O vencedor da lista feita pela Motor Trend com modelos fabricados atualmente elegeu o da Ferrari 458 Italia. Pegada perfeita, um incrível controle das funcionalidades do carro ao alcance dos dedos (repare nos pods de comando laterais, todos próximos às mãos) e “o couro italiano que parece estar falando: agarre-se firme, pois nós vamos mais rápido”.

Minimalista, o volante da Lamborghini LP670-4 Superveloce não é surpresa. Aparentemente bruto, ele é feito de fibra de carbono e coberto com couro italiano. Já o Audi R8 ganhou menção pela aparência entre o clássico e o contemporâneo, geneticamente herdada da tradição em competições. A pegada do Aston Martin One-77 é tida como uma das melhores: o volante encaixa direitinho nas mão e dá a segurança necessária para avançar acima dos 300 km/h!
                 
O BMW M3 tem o volante simplesmente do tamanho certo. Uma surpresa familiar para nós é a presença do Golf GTI, com design que lembra muito o volante do Audi R8. Ainda sobraram menções honrosas os volantes do Lotus Evora, Bugatti Veyron, Honda Civic Si e Toyota FT-86.
Abaixo, na sequência, Porsche Boxster Spyder, Audi R8, Lexus LFA, Bentley Continental GT Supersport, Aston Martin One-77 e Mercedes-Benz SLS.
                
               
               
 [MotorTrend]

COBRA ENGOLE COBRA?



Pessoas com Chifres


Já mostramos aqui no Blog a mulher que possua um chifre na testa. Hoje vamos mostrar que ela não é a unica. Já  houve casos parecido. Clique nas imagens para ver maior.

       Compa

terça-feira, 13 de abril de 2010

Brabus Vanish, o Mercedes SL65 no capricho para um trilhardário de Dubai


Brabus Vanish
Pegue um SL65 Black Series já tunado pela AMG, coloque turbos maiores, freios maiores, uma nova transmissão, e depois cubra tudo com um adesivo em vinil preto e instale um pedaço estranho de plástico sobre o capô. Voilà, o Brabus Vanish – um SL com 811 CV.

Mercedes SL65 AMG Black Series possui um V12 6.0 biturbo do SL65 AMG anabolizado para 679 CV, e emagrece 250 kg graças a uma carroceria em carbono. Sua velocidade máxima aumenta para 320 km/h e , enquanto o tempo de 0 a 100 km/h cai para menos de quatro segundos. Somente 350 serão fabricados.
Agora, chega a Brabus e combina tudo isso com um morador de Dubai provavelmente bilionário, e chegaram à receita para o tal Brabus Vanish. O maior “problema” com o Black Series normal é que a transmissão não aguenta o torque máximo de 122 kgfm do motor, então ele foi restrito a 102 kgfm. A nova transmissão resolve esse problema, enquanto os dois turbos maiores provavelmente trazem a encrenca de volta.
Nós gostamos do estilo preto fosco dele, mas o que é aquela saliência no capô? Não parece uma janela...
[Piston Heads via Autogespot]
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/01_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/02_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/03_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/04_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/05_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/06_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/07_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/08_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/09_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/10_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/11_01.jpg
  • http://www.jalopnik.com.br/sites/default/files/12_01.jpg

Movido à energia solar... amador...

Photoshop da Lexus - FAIL




Todas as marcas usam Photoshop em suas fotos de divulgação. Normalmente adicionam movimento à imagem ou então umas nuvens de fumaça dos pneus fritando no asfalto. Foi o que a Lexus fez na foto acima.

Mas eles esqueceram um detalhe: quem estava dirigindo?