quarta-feira, 10 de março de 2010

Chinesa de 101 anos desenvolve “chifre” na testa!


Idosa de 101 anos desenvolveu, na parte esquerda de sua testa, um chifre de cor negra e quase seis centímetros de comprimento Foto: EFE
Uma mulher de 101 anos que vive em uma aldeia da província central chinesa de Henan está causando temor e despertando curiosidade de seus vizinhos depois que passou a desenvolver, na parte esquerda de sua testa, um “chifre” de cor negra e quase seis centímetros de comprimento, segundo informa o Diário do Povo.
A idosa, chamada Zhang Ruifang, vive no pequeno povoado de Linlou. A protuberância apareceu no ano passado, e desde então vem crescendo, chegando aos seis centímetros atuais. O chifre parece o de uma cabra, como destaca o jornal.
O chifre, formado por queratina (substância encontrada nos pelos e as unhas humanas) não causa dor ou problemas à idosa, embora alguns vizinhos tenham dito que o fenômeno “dá medo”.
Zhang, que não se importa com esses temores, sai todos os dias para passear e realiza alguns trabalhos domésticos. Ela vive com a família de um de seus sete filhos.
As imagens da chinesa ganharam destaque em muitos veículos de imprensa de todo o mundo, especialmente na imprensa britânica, onde foi destacado que este tipo de protuberância é um tumor benigno que costuma aparecer com frequência em pessoas de idade avançada, embora muito raramente alcance tamanho tão grande.
Uma protuberância similar está aparecendo no lado direito da testa da mulher, também de cor negra, embora por enquanto tenha tamanho muito menor, e o aspecto de uma simples pinta.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Basta apertar para usar o sabão. Precisa explicar?

Esquentando ou esfriando panquecas no carro?

Privada de pobre: encheu, muda pro outro buraco

Chuck Rousseff ou Dilma Assassina?

Qualquer coincidência é mera semelhança…
dilma_boneco
Será que ela se inspirou no Chuck para fazer seu penteado?

Montanha Russa!! Tenso!!

Eca! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Olha a cara de pavor do cara kkkkkkkkkkkk!!!!!

É possível encontrar rato em saco de batata?

Grandes frases da humanidade

Dez maravilhas da infraestrutura automotiva



Podem nos chamar de geeks, mas nós adoramos um viaduto. Pontes e vias expressas também. Quando se trata de construir as veias para nosso sangue motorizado, a humanidade conseguiu construir umas coisas bem legais.

No livro Concrete Island de J.G. Ballards, um cara rico bate seu carro sob o vão de um viaduto, em uma rodovia deserta. Ele passa os dias introspectivo, fala com pessoas que não existem e acaba ficando louco. Foi a rodovia a culpada pela loucura desse cara? Considerando que ele dirigia um velho Jaguar, provavelmente não (a ferrugem da lataria britânica é famosa por detonar o cérebro das pessoas). Mas se é pra ficarmos loucos, que seja em algum desses dez lugares. Nada como o elegante trabalho da engenharia.

Aqui estão dez dos nossos maiores esforços nessa área:


Hakozaki Interchange, Tokyo Metropolitan Expressway

Tóquio é um grande problema. Graças ao adensamento dos prédios e ao labirinto do sistema viário, o tráfego da cidade é impossivelmente complexo. A junção Hakozaki é só uma das enormes obras de engenharia da cidade. Repare como ela parece um polvo gigante.


Nanpu Bridge, Xangai
Assim como Tóquio, Xangai é um dos lugares com a arquitetura mais estranha do mundo. Lá existem rampas de acesso circulares que fazem você rodar mais que uma centrífuga de roupas. A ponte Nanpu, terminada em 1991, tem pouco mais de 400 metros de extensão, mas tem uma das rampas de acesso mais legais que você poderia imaginar. Sim, você não está vendo coisas, são três níveis.


Interstate H-3, O‘ahu

A H-3 começa perto de Pearl Harbor e termina próximo à base dos Fuzileiros Navais do Havaí, rasgando ao meio a parte sul de O'ahu. Os planos para a construção da rodovia começaram em 1960, mas ela não saiu do papel até o final da década de 80. Quando ficou pronta, em 1997, foi criticada por ter sido uma das mais caras rodovias já construídas (80 milhões de dólares por cada 1,6km). Não importa. Ficou incrível.


Garagem Automatizada da Volkswagen, Wolfsburg, Alemanha

São vinte andares, ela guarda mais carros que você pode imaginar e é mais inteligente que muitos universitários. A garagem automatizada da Volkswagen é usada durante a entrega de novos carros na Wolfsburg Autostadt, a "Cidade dos Carros" (imagine um lugar meio Disney World, meio indústria). A garagem é 80% menor que um pátio com capacidade similar, mas não vamos ficar chateando com números - só queremos entrar num carro e andar nessa coisa.
(Antes que você pergunte, eles não deixam você fazer isso)


Hokko Junction, Hanshin Expressway, Osaka
Mais um pouco da beleza asiática disfarçada de cruzamento comum. O Hanshin envolve as cidades japonesas de Osaka, Kobe e Kyoto; se o nome soa familiar, é provável que seja por que um pedaço enorme da freeway - anunciada como sendo à prova de terremotos - caiu durante o terremoto de Kobe em 1995. Felizmente o Hokko foi poupado - os dutos de drenagem por si só já parecem arte.


Plano-Dallas Tollway/President George Bush Turnpike, Texas
Elegante, não? Não há muito o que dizer. Sugestões de slogans: "Tudo é elegante no Texas", "Nossas rodovias fazem as suas rodovias parecer desenhos de menina".


En-Suite Sky Garages, 200 11th Avenue, Nova Iorque
Admita: você sempre quis um condomínio na cidade onde poderia estacionar a metros do seu sofá. Elevador de carros? Ele tem. Vista alucinante? Ele tem. Manchas de óleo espalhadas pela sala do seu apartamento no enésimo andar? Claro que tem! (espere aí, essa é a parte ruim...) Até onde sabemos, esse não é o primeiro edifício desse tipo, mas estamos certos de que é o primeiro nos EUA e, definitivamente, é o único na maior cidade do mundo.


Bhumibol Bridge, Bangkok
A Tailândia faz parte da Ásia, e caso você não tenha notado, a Ásia parece ter alguma coisa por rodovias modernas e bacanudas. A Bhumibol Bridge em Bangcoc é o perfeito exemplo - ela liga o sul da cidade à provincia de Samut Prakan, cruzando o mesmo rio duas vezes. Seus dois vãos são apoiados por duas torres em forma de diamante que se encontram no meio, em uma suave e curvada rampa de acesso.


Rampa em Chongqinq, China
Na maioria das vezes o jeito mais simples de fazer as coisas é a melhor escolha. A rampa de dois níveis é relativamente nova, mas ela circunda uma área verde de modo tão gracioso que parece estar lá antes das plantas.
(Caso você esteja se perguntando, esse monte de táxis enfileirados está esperando para abastecer. A China parece ser um lugar realmente divertido)


Fukushima Gate Tower, Hanshin Expressway, Osaka
A Fukushima Gate Tower, em Osaka, tem uma rodovia passando sobre ela. Sim, uma rodovia. O prédio tem 16 andares e estava lá antes da rodovia que passa através de sua barriga. A rodovia não tem contato com o prédio, é apoiada em suportes externos.
(Os engenheiros japoneses devem argumentar mais ou menos assim: "Não quer tirar o seu prédio daí? Azar o seu, eu tenho uma rodovia para construir.")
08:02 - 08 de Março de 2010
Por Sam Smith